FAQ

O que e um Perfil Normatizado?

São Perfis produzidos em exigência a Norma 15217/2009 e que tem o Selo do Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade do Habitat – PBQP-H, do Ministério das Cidades do Governo Federal.

O programa exige que TODOS os perfis saiam da fábrica com as seguintes gravações:

  • Identificação do Fabricante
  • Nome do Perfil
  • Comprimento da Peça
  • Dimensional
  • Espessura do Aço
  • Massa de Revestimento do Aço
  • Limite de Escoamento do Aço

Sim, todos os acessórios para forro também são fiscalizados pelo programa. Todos os acessórios tem que sair com :

  • Identificação do Fabricante
  • Data de Fabricação
  • Atender os requisitos de Espessura, Camada minima de Zinco e Limite de escoamento do Aço

O Programa Setorial faz todos os testes para que o Sistema Atenda todas as Normas de Desempenho, ou seja, todo o sistema e certificado, tanto os perfis e acessórios como as Placas e demais itens que compõem o Sistema Drywall.

Alem de estar atuando dentro das leis, pois o programa e ligado a ABNT, e todo produto não certificado e considerado fora de norma.

Outra vantagem e a Rastreabilidade de todo sistema, pois todos os perfis vem gravados com fabricante e data de fabricação.

Além disso, se você precisar fazer um financiamento, as instituições financeiras, concedem benefícios aos empreendimentos que são construídos com a certificação do PBQP-H.

Alem de toda Rastreabilidade dos produtos, o Sistema de Construção a Seco, permite que você tenha um Empreendimento completamente controlado, pois você tera como controlar todo o cronograma de execução e financeiro da obra.

Além de todas as informações acima, podemos considerar a Sustentabilidade do Sistema, já que temos um baixíssimo consumo de agua e também a geração de resíduos e muito menor que os demais sistemas construtivos.

Isso dependerá das condições de uso, ambiente interno e externo. As telhas fabricadas em aços com revestimentos galvalume, segundo os órgãos de certificação do aço estimam que a durabilidade do material chegue a 35 anos quando exposto a variações climáticas convencionais. Já quando entra em contato com a maresia, essa resistência cai pela metade.

Cada fabricante trabalha com uma medida e com um tipo de telha. Consequentemente, isso reflete no tamanho das mesmas. Algumas medidas encontradas no mercado variam de 98 cm, 1 metro ou 1,05 metros de largura útil. Já o comprimento é mais flexível, pois se adapta à necessidade de cada projeto.

A principal diferença entre aço galvanizado e galvalume é o revestimento da placa. Superfície do aço galvanizado distribuídas uniformemente a camada de materiais de zinco, que desempenha o papel de proteção anódica para material de base, o que significa a corrosão do material zinco dá a proteção do material base e somente quando todo o revestimento de zinco é corroído, pode dano para o metal de base no interior. As galvanizadas têm apenas zinco em sua composição já a galvalume é revestida com 55% de alumínio, 43,5% de zinco e 1,5% de silício. Isso faz com que a galvalume seja até quatro vezes mais durável que a galvanizada. O galvalume combina a resistência estrutural do aço com a durabilidade do alumínio. O uso dela é recomendado onde se requer resistência à corrosão atmosférica, elevada refletividade de calor, resistência à oxidação em altas temperaturas, além de uma melhor aparência.

Significa que a chapa de aço é revestida por 150 g/m2 de liga de alumínio-zinco, aplicado por processo de imersão a quente em linha de galvanização contínua.

As telhas metálicas em chapa galvalume tem Revestimento composto de alumínio (55%), zinco (43,5%) e silício (1,5%), conhecido como Galvalume e também como Zincalume.

A quantidade de revestimento de uma chapa é o item mais importante e a especificação de 150 g/m2 é a que conferirá a durabilidade necessária e prevista telha metálica que é de média 35 anos.

A confirmação da quantidade de revestimento numa chapa só é possível laboratório metalúrgico, que seguirá especificações definidas em normas técnicas para realização do teste e medição.